Gestão de pessoas em sistemas de informação: resenha

PESTANA, M.C. et. al. Desafios da sociedade do conhecimento e a gestão de pessoas em Sistemas de Informação. Ciência da Informação, Brasília, v. 32, n. 2, p. 77-84, maio/ago. 2003. Disponível em : .
Acesso em 18 de nov de 2008.

RESENHA: DESAFIOS DA SOCIEDADE DO CONHECIMENTO E GESTÃO DE PESSOAS EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

Neste texto, o autor aborda um dos grandes desafios da sociedade do conhecimento, que é a “formação de líderes para a gestão de pessoas”, com foco em sistemas de informação.
Para lidar com o volume de informações que estão disponibilizados em diferentes formatos e ter acesso de forma rápida, eficaz e eficiente, exige-se do profissional bibliotecário, qualificações e aperfeiçoamento contínuo para atender às necessidade da instituição e dos clientes. Ter capacidade de gerenciar e administrar pessoas, trabalhar em equipe, com uma visão moderna de gestão e organização, são habilidades que são valorizados para o bom desempenho de suas atividades.
Com este enfoque, o autor contribuiu na minha compreensão, sobre a importância da gestão de pessoas, onde busca-se a melhoria dos serviços prestados através de seus funcionários motivados e satisfeitos que demonstram comprometimento com as suas tarefas. Hoje, as empresas estão se preocupando cada vez mais, em satisfazer as necessidades desses funcionários e assim obter a tranqüilidade para que estes desempenhem suas funções com maior produtividade.
Nesse sentido, a liderança é um fator importante no desenvolvimento de pessoas, pois os chefes, de acordo com Vinci (2002) estão se preocupando cada vez mais, em atender o potencial de cada um e as necessidades da organização.
Isso requer competências para o desenvolvimento de gestores, entre os quais podemos citar: uma mentalidade aberta a si próprio e as novas propostas do grupo, ter características pessoais como conhecimento, conceituação, flexibilidade, sensibilidade, julgamento, reflexão, competência, além de ter capacidade de gestão de competitividade, gestão da complexidade, gestão de adaptabilidade, gestão de equipes, gestão da incerteza, gestão do aprendizado, etc. Os profissionais da informação precisam considerar que estamos vivendo num mundo competitivo e que a concorrência é acirrada, daí o esforço para procurar o aperfeiçoamento.
Nos sistemas de informação, cabe ainda, ao gestor de pessoas capacidades como : ter iniciativa, comprometimento, atitude sinérgica, ousadia, ser criativo, ouvir e ser ouvido, viabilizar a comunicação, reconhecer o trabalho das pessoas, ser ético, ter energia radiante, contribuir para a formação de valores e crenças dignificantes, construir formas de auto-aprendizado, conhecer seus pontos fortes e os fracos e principalmente fazer da informação sua ferramenta de trabalho. A dificuldade, no meu ponto de vista, é encontrar uma pessoa com todas essas características juntas, mas acredito ser de grande utilidade ter o conhecimento dessas qualidades ao depararmos com as diversas situações em que somos expostos no decorrer do trabalho para demonstrar no mínimo, equilíbrio nas nossas ações.
Outro ponto que achei importante na gestão de pessoas é o trabalho em equipe, que se não for bem conduzido pode gerar resultado negativo. É necessário que o grupo se sinta responsável pelo objetivo a ser atingido e também sentir-se motivado para compartilhar os bons resultados assim como assumir os riscos que poderão surgir. Para isso, a figura o líder, do gestor de pessoas, torna-se fundamental para que todos conheçam o processo em que estão inseridas, e que funcionem “como uma engrenagem onde nenhuma peça pode falhar”. Nada é feito sem ter objetivos declarados e estratégias viáveis a sua realização em um verdadeiro comprometimento entre todos os integrantes dos processos.
Assim, nos sistemas de informação o trabalho em equipe terá bons resultados se todos tiverem a visão do sistema, e não apenas do setor onde é desenvolvido determinado tipo de tarefa. Deve ainda, como o próprio artigo menciona, estabelecer parâmetro para o desenvolvimento do trabalho de acordo com os desafios que estão presentes no dia-a-dia dos bibliotecários.
Neste contexto, o autor cita que “é importante ser um bom líder, e para isso é necessário saber exatamente aonde se quer chegar, como chegar e quando chegar. Juntamente com uma liderança bem exercida, o trabalho em equipe possui um papel importante na motivação.”
Enfim, verifico que negócios e profissionais de sucesso não são por acaso, são conseguidos com planejamento, perseverança, capacidade para converter conhecimento em ações, pessoas capazes e comprometidas umas com as outras, missão conhecida por todos e fatores de desempenho medido e avaliado permanentemente e principalmente habilidade e rapidez de mudar para adotar novas tecnologias e procedimentos de trabalho diante de novos desafios.

CATARINA TOSHIE SEQUIA FUNAGOSHI

About these ads

Deixe um comentário

Arquivado em gestão de pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s